Andaluz (Djavan)

Estrela minha luz do dia abacate e mel cheiro de haxi tarde de frio beija-flor, flores na varanda se transam sombra de luz ui de amor frugal, casa azul babalaó, olorum, alá, dalai-lama vigiai governador porque o povo, virgem maria! Sai da janela se quer sonhar vem pra cama deus lhe fez viver pra me querer amor quase 2.000 salvaria a arara azul o circo é orfei vai lua, é dia deixa vir os raios de sol tens a noite longe de mim sevilha incensa o ar andaluz babalaó, olorum, alá, dalai-lama vigiai governador porque o povo, virgem maria! Sai da janela se quer sonhar vem pra cama vem pra ca pra voce ver o que é bom pra voce montes au ginkgo plein de rameaux viens dõici soup'onner des oiseaux qui ne volent pas viens tu voler je voyage partout