Nas Ruas (Djavan)

Meu olhar se mirando em teu olhar Se eu pegar na mão, te beijarei Te beijarei Não consigo mais de vontade de ficar O que há entre eu e você É raro É na falta de ar do teu olhar Que o sufoco crescerá eu sei, Ora se sei! Não encontro mais nada pra me segurar Tudo poderá acontecer É claro ! Tempestade de negras e louras, Morenas mouras Todas elas a me voduzar Desnudas bailam nas ruas E se vão nas luas Do reflexo que sai da luz do teu olhar Eu te desejo e quero Porque deus quer Quem não quer é você Que não tem fé em Deus !