Naticongo (Natiruts)

Tinha a coragem e a calma de um Rei Os mais ferozes males enfrentou Seus inimigos não puderam ver Segredos da sua força contra a dor, e Seus olhos liam além do amanhecer Suas palavras transformavam leis Todos queriam ser como ele foi Ninguém sabia que era infeliz Queria saber (queria saber) Que faltava então ? Não queria viver (não queria viver) Com essa dor no coração Pois até um rei Despeja lágrimas por não ter o seu grande amor Queria saber se é bom ou ruim Ter uma flor tão linda assim Com o azul do céu e o brilho do mar E olhos de mel pra iluminar Ôôôôô Se ajoelhou como servo pela primeira vez Dizendo já sofrer demais,ôôõ Saber sobre os céus e a floresta não lhe foi em vão Sem eles, não teria a paz Pra acreditar Queria saber se é bom ou ruim Ter uma flor tão linda assim Com o azul do céu e o brilho do mar E olhos de mel pra iluminar Ôôôô